5E – Comparando as Edições pelos Monstros

Recentemente voltei ao RPG devido principalmente ao D&D 5ª edição. Acabei não fazendo nenhuma resenha devido a falta de tempo, mas já se passaram 4 sessões da Hoard of the Dragon Queen e por enquanto a experiência tem sido excelente. E ao invés de escrever 2000+ palavras tentando explicar os motivos, achei que seria interessante comparar a maior interface que os jogadores tem com as regras, que são os monstros. Como exemplo, irei comparar o Wraith entre as edições. O monstro foi escolhido de maneira arbitrária – eu sempre achei cruel seu dreno de nível desde o AD&D.

D&D 5ª Edição

Primeiramente, vamos a ilustração da 5E. Afinal de contas, é por isso que o Monster Manual é o livro mais divertido das edições, são elas que dão o charme ao livro:

wraith3

Não é uma ilustração impressionante como outras do MM, mas eu pessoalmente gostei da aparência de fumaça negra do wraith. Vamos as regras:

wraith4

Achei relativamente confusa a parte das resistências, apesar de ser uma regra simples. Para quem não conhece ainda a 5E, significa que o wraith toma metade do dano de ácido, fogo, eletricidade e sônico, e além disso também metade de dano de armas de corte, perfuração e contusão que não sejam mágicas e nem feitas de prata. Além disso, tem imunidade a dano de veneno e necrótico, e a praticamente todas as condições negativas da edição.

Temos o movimento incorpóreo, a desvantagem em ataques quando a luz do sol, e o famoso ataque Life Drain. 4d8+3 de dano e se falhar em um teste de consituição DC 14 a perda é dos pontos de vida totais também. OUCH. Mesmo sendo temporário, durando no máximo um dia, ainda machuca bastante. E por fim tem o movimento de Create Specter, o que achei curioso. Em todas as outras edições, quem morresse para um wraith vira um wraith ele mesmo para atacar o resto do grupo. Agora vira um specter, uma versão bem mais fraca. Talvez seja pelo fato de os monstros estarem bem mais perigosos nessa edição, mas de qualquer forma é uma mudança curiosa.

 

D&D 4ª Edição

E vamos para a 4E. Primeiro, a ilustração:

wraith5

Não gostei tanto, ficou tão escura que mal dá para perceber que o wraith está “atacando” o leitor. Mas ainda assim, assustadora.

wraith6

 

Na 4E o wraith não tem resistência ou imunidade a armas mundanas, e tem vulnerabilidade a dano radiante. Estranhamente ele possui regeneração, que não funciona quando toma dando radiante. Também se foi o life drain, que foi substituído pelo status weakened. E também nessa edição o wraith cria wraith, mas não tem nenhuma penalidade a luz do sol.

Eu gostei da ficha ter ficado bem reduzida na 4E, mas o wraith perdeu justamente seu ataque que o tornava tão temido. Também se perdeu o fluff do wraith não poder sair na luz do sol. Mas me chamou a atenção a quantidade de termos que você precisa conhecer para conseguir jogar a 4e. Somente nesse monstro: weakened, combat advantage, shift, bloodied, save ends. Na 5E, a lista fica limitada ao conceito de disadvantage e long rest. (Não dá para comparar o weakened com os status da 5E, pois na 4E eles são muito mais comuns)

D&D 3.5

Finalmente, chegamos na 3.5. Primeiro, a ilustração:

wraith2

Questão de gosto, mas… Não gostei.

wraith1

Três tipos de AC, categoria de vôo, reach, grapple bonus… Alguém me explica por que eu precisaria saber o Sense Motive ou o Diplomacy de um Wraith? Pior ainda: tem os feats. Não esqueça de lembrar que ele tem combat reflexes (faz mais ataques de oportunidade que o normal) e blind-fight. Por outro lado, as informações de environment, organization e treasure são interessantes e fazem falta na 5E.

E o life drain na 3.5 era através de dreno de atributo (constituição). É um pé no saco, bastante periogoso, mas pior ainda era o bookkeeping necessário de recalcular os PVs máximos a cada dreno… Realmente não sinto falta da 3.5.

AD&D 2ª Edição

Por que não falar da 2E? Mais por curiosidade, já que o sistema mudou tanto. Mas vamos a ilustração:

wraith7

É uma caveira com um cabelo estranho, e usando uma saia de bolhas preta?

wraith8

Desafio a qualquer um lembrar o que significa MOVEMENT: 12, FI 24 (B). Eu também tinha esquecido que os monstros não tinham os pontos de vida pré-rolados, e você precisava ou rolar ou tirar a média dos dados de vida. E o Dreno de Energia?

wraith9

Tomou uma porrada, perdeu um nível. Sem teste de resistência, sem nada. Sadismo puro.

Bônus: AD&D 1ª Edição

wraith10

 

Anúncios

Autor: Pedro Leone

Analista de sistemas e fã de música progressiva, RPG, jogos de tabuleiro, bons livros, cinema e de praticamente qualquer atividade geek/nerd.

6 comentários em “5E – Comparando as Edições pelos Monstros”

  1. Rapaz, sempre tinha dor de cabeça com esse negócio de perda de nível. Perdia experiências de vida? Perdia a memória? Esquecia magias? What? E pra recalcular tudo na hora do combate? E a “solução” da 3E de níveis negativos parecia tão porca que de qualquer forma era um pesadelo fazer um monte de testes depois.

    Gostei da ilustra nova do wraith, parece bem “nine kings” 😀

    E estou vendo com bons olhos essa nova edição do D&D. Que bom que você se animou de novo pra jogar e pra escrever. Se puder dar uma sugestão, tenta ignorar mais comentários idiotas negativos brochantes (prometo que quando discordar de algo fico na minha :P). Está funcionando legal pra mim, assim como funciona com o tio Nitro.

    Abs!

    1. Muito obrigado por aparecer e deixar seu comentário Dan! Não acho que eu vou ter tempo de blogar com frequência, mas de vez em quando eu apareço por aqui. E continue você também que vira e mexe eu dou uma lida na no Birosca Nerd, embora acabe não deixando comentário. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s